União das Câmaras promove Congresso para fortalecer parlamentos municipais

Fortalecer os parlamentos municipais do Estado para que a população tenha respaldo nos atos e decisões do Legislativo e capacitação parlamentar. Estes são alguns dos objetivos do 2º Congresso dos Vereadores de Mato Grosso, realizado de 15 a 16 de julho, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá, pela União das Câmaras Municipais de …

15/07/2010 22:02



Fortalecer os parlamentos municipais do Estado para que a população tenha respaldo nos atos e decisões do Legislativo e capacitação parlamentar. Estes são alguns dos objetivos do 2º Congresso dos Vereadores de Mato Grosso, realizado de 15 a 16 de julho, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá, pela União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (Ucmmat).

Fortalecer os parlamentos municipais do Estado para que a população tenha respaldo nos atos e decisões do Legislativo e capacitação parlamentar. Estes são alguns dos objetivos do 2º Congresso dos Vereadores de Mato Grosso, realizado de 15 a 16 de julho, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá, pela União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (Ucmmat). 
 

O governador Silval Barbosa destacou o grande trabalho realizado pela União das Câmaras Municipais do Estado, no que se diz respeito a esse Congresso, como forma de trazer palestrantes para informar os vereadores, como uma espécie de capacitação. “Quem ganha com esse evento não são apenas os vereadores, mas sim o parlamento de cada município”, frisou.

O chefe do Executivo estadual ressaltou ainda a parceria entre os Poderes federal, estadual e municipal, bem como demais órgãos, que é o “que permite avançar para o desenvolvimento do Estado”. Silval falou ainda que este é um Congresso que vai enriquecer o conhecimento dos legisladores municipais visando fortalecer o municipalismo, porque “é nas cidades que tudo acontece.

O presidente da Ucmmat, vereador do município de Salto do Céu, Aluízio Lima informou que o Congresso vai debater questões sobre as vedações eleitorais e o que torna os candidatos inelegíveis. O vereador disse ainda que uma das palestrantes, senadora de Mato Grosso do Sul, Marisa Serrano, falará sobre o pacto federativo de Mato Grosso. “Resolvemos reeditar esse Congresso para trazer temas variados e inerentes, onde o vereador poderá se fortalecer para ter um mandato de qualidade”, frisou, ao complementar que o perfil dos parlamentares mudou.

De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual José Riva, o momento é muito oportuno para conscientizar os vereadores do que pode ou não fazer no período eleitoral. “Os vereadores têm sido agentes políticos que mais atuam em prol da população, trazendo as mais variadas demandas para serem discutidas e que o Congresso tem que avaliar”.

Para o vereador de Glória D’Oeste, Clenir Carlos o evento proporciona aproximação entre os demais edis e ideias novas. “As leis mudam muito e encontros como estes são bons para ficarmos a par dessas mudanças”, destacou.

Na sequência da abertura a senadora profere palestra seguido de debate e logo depois, palestra sobre a Legitimidade de atos e despesas do Poder Legislativo, ministrada pelo conselheiro substituto do Tribunal de Contas de Mato Grosso, Luiz Henrique Lima. Dando continuidade e no segundo e último dia do Congresso, nesta sexta-feira (16.07) acontecerá mais palestras, almoço e debates.

Atualmente em Mato Grosso 1.294 vereadores compõem as Câmaras Municipais.

Participaram da abertura do 2º Congresso dos Vereadores de Mato Grosso, o secretário de Estado de Comunicação Social, Onofre Ribeiro, o deputado estadual Eliene Lima, os deputados federais, Wellington Fagundes e Thelma de Oliveira, defensor público Djalma Mendes, presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Pedro Ferreira, o vereador de Cuiabá, Toninho de Souza, conselheiro substituto do Tribunal de Contas de Mato Grosso, Luiz Henrique Lima, além de demais autoridades e vereadores dos municípios do Estado.