Arte, cultura e educação no Sistema Prisional são expostos durante seminário

Como parte das programações do Seminário para Elaboração do Plano de Modernização do Sistema Penitenciário, estão expostos em estantes no hall de entrada do Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá, local onde ocorre o evento, trabalhos realizados por reeducandos nas unidades prisionais de Mato Grosso. São pinturas em tela, desenhos, bolsas, peças de artesanato, entre …

19/07/2010 18:55



Como parte das programações do Seminário para Elaboração do Plano de Modernização do Sistema Penitenciário, estão expostos em estantes no hall de entrada do Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá, local onde ocorre o evento, trabalhos realizados por reeducandos nas unidades prisionais de Mato Grosso. São pinturas em tela, desenhos, bolsas, peças de artesanato, entre outros, que foram manufaturados por homens e mulheres em privação de liberdade durante as várias oficinas ministradas nas penitenciárias, cadeias e centros socioeducativos da capital e interior.

Além disso, a programação do seminário conta também com apresentações culturais estreladas pelos reeducandos. Como exemplo, a banda Casulos, que é composta por cinco reeducandos do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), antigo Carumbé. Com um repertório eclético, a banda animou os intervalos do evento com musicas pop, rock, MPB e sertanejo.

Outro destaque, já nos estandes, o reeducando Francisco Dilmar, 32 anos, faz retratos desenhados para os participantes do Seminário. “É bom mostrar meu trabalho para as outras pessoas, para que elas conheçam um outro lado das penitenciárias: o das pessoas que querem ser reinseridas. Precisamos de parceiros que acreditam nessa recuperação”, comentou. Francisco pretende, assim que receber o alvará de soltura, voltar a trabalhar. “Quero abrir meu próprio ateliê, e dar continuidade na cadeia, ministrando cursos de desenho”, afirmou.

Outro estande do Seminário é o da Gerência de Saúde do Sistema Prisional, que apresenta ações e trabalhos realizados dentro das unidades. Segundo a gerente Sandra Carolino Severo Ribeiro, a proposta é sensibilizar os diretores da unidade quanto a prevenção de doenças infecto-contagiosas além de divulgar as ações da Gerência. “Por meio de portaria interministerial nossas unidades possuem atendimento ambulatorial, dando a devida atenção à saúde dos reeducandos nas unidades, apoiado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Trata-se um tema que deve ser encarado com muita atenção, pois a saúde é tão importante dentro das unidades quanto fora”, afirmou.

O secretário executivo do Seminário, major BM Hector Péricles, lembrou que a proposta da feira é mostrar aos participantes as ações realizadas no sistema prisional com o foco na humanização do atendimento aos reeducandos. “Convidamos todos os parceiros do Sistema para apresentar seus trabalhos, que cooperam na ressocialização do reeducando”, concluiu.

POLÍTICAS

O Seminário para Elaboração do Plano de Modernização do Sistema Penitenciário é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). O evento foi aberto nesta seguran-feira (19.07) e prossegue até a próxima quarta (21.07).

O seminário tem como objetivo elaborar o plano de modernização das unidades prisionais do Estado, em caráter participativo, que vai vigorar a partir de 2011 até 2021.

Participam do evento, gestores, representantes do Poder Judiciário, técnicos, agentes prisionais e comunidade acadêmica.