Frio mata mais de 2 mil cabeças de gado no Paraguai

As autoridades veterinárias do Paraguai informaram hoje sobre a morte de 2.089 cabeças de gado bovino nos últimos dias em consequência da onda de frio, que começa a perder força no país. “A mortandade parou e os resultados de testes de laboratório nos indicam que não existe nenhum microorganismo patogênico atuando ou causando algum tipo …

21/07/2010 17:02



As autoridades veterinárias do Paraguai informaram hoje sobre a morte de 2.089 cabeças de gado bovino nos últimos dias em consequência da onda de frio, que começa a perder força no país.
“A mortandade parou e os resultados de testes de laboratório nos indicam que não existe nenhum microorganismo patogênico atuando ou causando algum tipo de epidemia”, disse o diretor interino do Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal (Senacsa), Gerardo Bogado, a rádios locais, ao assegurar que o gado morreu devido às baixas temperaturas.

Segundo Bogado, as perdas para o setor pecuarista, a segunda principal fonte de renda da economia local, chegam a US$ 700 mil, levando em conta que a maioria dos animais mortos é de bezerros.

A onda de frio polar que castigou o Paraguai nos últimos dias também levou à morte de 12 pessoas por hipotermia e inalação de monóxido de carbono, segundo as autoridades locais.