Maggi, Taques e Antero têm páginas de campanha na rede

De olho no número de eleitores conectados, os candidatos ao Senado também não deixaram a internet passar despercebida. Metade deles já possui páginas eletrônicas e os demais devem lançar endereços nos próximos dias. No período anterior ao horário eleitoral gratuito, que começa no dia 17 de agosto, os candidatos aproveitam para disponibilizar material de campanha …

22/07/2010 09:07



De olho no número de eleitores conectados, os candidatos ao Senado também não deixaram a internet passar despercebida. Metade deles já possui páginas eletrônicas e os demais devem lançar endereços nos próximos dias.

No período anterior ao horário eleitoral gratuito, que começa no dia 17 de agosto, os candidatos aproveitam para disponibilizar material de campanha em suas páginas.

Os dois candidatos pela coligação “Mato Grosso em Primeiro Lugar”, o ex-governador Blairo Maggi (PR) e o deputado federal Carlos Abicalil (PT), possuem sites. Entre os postulantes a um cargo majoritário, Blairo Maggi é um dos candidatos com campanha estruturada com maior antecedência. Desde que deixou o governo, em março, o republicano iniciou os preparativos registrando todos os passos no período de pré-campanha. O material está disponibilizado em seu site através de textos, fotos e arquivos de áudio e vídeo.

O site do candidato Carlos Abicalil ainda é o mesmo criado para divulgar as ações parlamentares na Câmara Federal. Ainda não há menção à candidatura, slogam ou número de campanha.

Da coligação “Senador Jonas Pinheiro”, o senador Jorge Yani (DEM) ainda não possui página na internet. Já o ex-senador Antero Paes de Barros (PSDB) usou sua experiência em comunicação para agregar o maior número de ferramentas no site que divulga sua campanha. A exemplo do adversário Blairo Maggi, o tucano se inseriu em redes sociais que atualiza diariamente. Antero fez um site propositivo, evitando críticas aos adversários.

O ex-procurador da República Pedro Taques (PDT), da coligação “Mato Grosso Melhor pra Você”, foi um dos primeiros a explorar as ferramentas digitais como candidato. Além de apresentar propostas, histórico no Ministério Público, fotos e outros arquivos, o pedetista também usa a página como plataforma de debate. Os candidatos Naildo Lopes (PV) e Mauro Cesar Lara (Psol) ainda não possuem endereços eletrônicos. (JC)