Magoada com Abicalil, Serys se lança a deputada federal

Depois de anunciar que deixaria a vida pública por ter sido derrotada pelo deputado federal Carlos Abicalil (PT) nas prévias do Partido dos Trabalhadores para a disputa à reeleição ao Senado Federal, Serys Slhessarenko voltou atrás e lançou, na tarde de sábado (24), sua candidatura a deputada federal. Em seu discurso, a senadora voltou a …

25/07/2010 09:50



Depois de anunciar que deixaria a vida pública por ter sido derrotada pelo deputado federal Carlos Abicalil (PT) nas prévias do Partido dos Trabalhadores para a disputa à reeleição ao Senado Federal, Serys Slhessarenko voltou atrás e lançou, na tarde de sábado (24), sua candidatura a deputada federal.

Em seu discurso, a senadora voltou a fazer críticas ao seu companheiro de partido, Carlos Abicalil, a quem atribui a responsabilidade de “tê-la tirado o direito de disputar a reeleição”.

“Chutaram minha canela”, reclamou, durante o evento que aconteceu na tarde de ontem, em Cuiabá.

Avaliação popular

“A única coisa que queria era ter meu mandato avaliado pela população mato-grossense. Que nas urnas eles dissessem se fui ou não uma boa senadora; que não me querem mais ou que, em função do bom mandato que desempenhei, deveria permanecer no cargo. Até o último dia do prazo para pedir o registro de candidatura, eu estava determinada, mas me senti na obrigação de continuar na luta pelos mato-grossenses”, afirmou a senadora, em discurso.

Ela voltou a afirmar que seu tapete foi “puxado” e que viveu, ao longo dos dias, uma situação “muito difícil e dolorosa”, mas, devido ao “clamor da população” e de lideranças políticas, decidiu, na última hora, continuar na vida pública.

Emocionada, Serys afirmou que fez o pôde pelo Brasil e por Mato Grosso e deseja continuar contribuindo para que todos brasileiros tenha uma vida com dignidade e respeito. Ele falou ainda sobre a luta pela a igualdade entre homens e mulheres na política.

“Fui a única mulher no Brasil a ser a segunda vice-presidente do Senado Federal; tive oportunidades de presidir sessões do Congresso Nacional. A mulher tem, sim, o seu valor e precisa ser respeitada. Nenhuma deve ser discriminada na política. Dessa forma, firmo um novo compromisso e peço que me ajudem a ser eleita deputada federal”, afirmou.

Segundo a senadora, o lançamento de sua candidatura foi apenas para os militantes da Baixada Cuiabá. Outros lançamentos vão ocorrer, em outras regiões de Mato Grosso.

Ausências

O evento petista foi marcado pela ausência do governador Silval Barbosa (PMDB), que foi representado pelo diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Luiz Antonio Pagot, embora o candidato a vice do peemedebista, Chico Daltro (PP) estivesse presente no ato político.

Também não participou do lançamento de Serys, o candidato ao Senado, Blairo Maggi (PR). No ato, ele foi representado pelo 1° suplente da chapa, José Aparecido dos Santos, o “Cidinho”.

Visita-surpresa

A visita do candidato ao Senado pela coligação “Mato Grosso Melhor Pra Você”, Pedro Taques (PDT) e do empresário Eraí Maggi (PDT) causou uma surpresa aos participantes do evento. Ambos justificaram a visita alegando “amizade” à senadora.

Voto em Blairo ao Senado

Sem esconder mágoas de deputado Carlos Abicalil, Serys afirmou que irá votar no candidato à reeleição ao Governo do Estado, Sival Barbosa (PMDB), e no ex-governador Blairo Magg(PR) ao Senado. Já o segundo voto ao Senado, a petista destacou que “está em aberto”.