Cesta básica fica 0,62% mais barata em julho

A cesta básica ficou mais barata na cidade de São Paulo, como mostra pesquisa feita pela Fundação Procon-SP, em parceria com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). O custo médio da cesta recuou 0,62% entre os dias 23 e 29 deste mês, passando de R$ 292,21 para R$ 290,41. Na semana anterior …

30/07/2010 17:22



A cesta básica ficou mais barata na cidade de São Paulo, como mostra pesquisa feita pela Fundação Procon-SP, em parceria com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). O custo médio da cesta recuou 0,62% entre os dias 23 e 29 deste mês, passando de R$ 292,21 para R$ 290,41.

Na semana anterior (16 a 22 de julho), o custo do pacote de produtos e alimentos básicos já havia recuado 1,2%, de R$ 295,75 para R$ 292,21. No acumulado de julho, até hoje, o valor da cesta já caiu 1,97%. Nos últimos 12 meses, porém, ainda há aumento de 1,72% nos preços.

Segundo o Procon-SP, 17 dos 31 produtos pesquisados ficaram mais baratos e quatro permaneceram sem mudança. Outros dez tiveram alta.

O levantamento considera a oscilação de preços em três grupos: alimentação, limpeza e higiene pessoal.

Os alimentos tiveram a maior queda (-0,81%), mas ainda respondem pela maior parte dos gastos da cesta (R$ 236,17). Os itens de limpeza diminuíram 0,63%, para R$ 29,75 do total do pacote de produtos. Os artigos de higiene aumentaram 1,28%, para R$ 24,49.

Houve queda nos preços da batata, do alho, da cebola, do macarrão com ovos e da salsicha. Carne, açúcar e o queijo muzzarela também contribuíram com o recuo.

Os maiores aumentos foram registrados no frango resfriado inteiro, nos ovos brancos, na linguiça fresca, no papel higiênico fino branco e no creme dental.