Começa hoje segunda-feira o Censo 2010. O domicílio do governador vai abrir a pesquisa em MT

Única pesquisa a visitar todos os cerca de 58 milhões de domicílios brasileiros, o Censo 2010 permitirá conhecermos as condições de vida da população em cada município do país. Seus resultados ajudarão o Brasil a se planejar para os próximos dez anos, tanto em termos de definição de políticas públicas como das decisões de investimento …

02/08/2010 09:38



Única pesquisa a visitar todos os cerca de 58 milhões de domicílios brasileiros, o Censo 2010 permitirá conhecermos as condições de vida da população em cada município do país. Seus resultados ajudarão o Brasil a se planejar para os próximos dez anos, tanto em termos de definição de políticas públicas como das decisões de investimento da iniciativa privada. O censo é uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e esta será a décima segunda vez que o censo será realizado no país.

O governador do Estado, Silval Barbosa, é o primeiro entrevistado do censo domiciliar em Mato Grosso. A entrevista é  na residência do chefe do Executivo estadual, na avenida Brasília, edifício Riviera D’ América, no bairro Jardim das Américas, às 8h30 hoje (02.08).

Uma novidade é que este ano as pessoas poderão participar da pesquisa via internet. Mesmo assim, 191.972 recenseadores  visitarão todos os 58 milhões de domicílios brasileiros. Quando o morador responder ao recenseador de forma presencial, vai ver que ele anotará seus dados em um dos 220 mil aparelhos PDA (coletor eletrônico de dados) que serão utilizados no Censo 2010. As informações fornecidas serão criptografadas para garantir a segurança e confidencialidade dos dados.

Após realizar as entrevistas nos domicílios, cada recenseador levará o PDA até um dos 7.000 postos de coleta para transmitir os dados – essa operação deve ocorrer pelo menos uma vez por semana. Chegando ao posto, o recenseador conecta seu aparelho em um notebook instalado no local, por meio de um cabo USB, e transmite as informações. O responsável pelo posto de coleta, após receber as informações coletadas por vários recenseadores, reúne esses dados e os transmite ao Sistema Central de Processamento do IBGE. A previsão é que eles enviem esses dados diariamente. A transmissão será pela Internet e, dependendo do local, poderá utilizar conexão de banda larga; modens 2G/3G; ou até mesmo satélites, por meio de antenas fixas ou móveis: tudo de maneira criptografada.

O IBGE estima receber de 300 a 400 mil pacotes de informações, em cinco locais: Salvador (receberá os dados dos postos de coleta da Bahia), Belo Horizonte (para os de Minas Gerais), São Paulo (para os de São Paulo), Porto Alegre (para os postos do Rio Grande do Sul) e no Rio de Janeiro (que receberá os dados dos postos de coleta das outras 23 unidades da federação, além dos questionários respondidos pela Internet).

Censo pela Internet

Moradores dos 5.565 municípios do Brasil terão ainda a opção de prestar as informações por meio da Internet. Entretanto, para isso, eles primeiramente deverão receber a visita de um recenseador, informar a ele seu telefone e dele receber um envelope lacrado, que conterá códigos de acesso para acessar um portal e o questionário do Censo.

Haverá um prazo máximo de cinco dias para o morador responder pela Internet. No caso de não haver resposta neste prazo, a equipe de atendimento telefônico do IBGE entrará em contato, solicitando o envio das informações. Ao mesmo tempo, o recenseador responsável por aquele domicílio será orientado a fazer nova visita, para coletar, de forma presencial, as informações. O site para respostas pela Internet é seguro, e as informações também serão criptografadas antes de serem transmitidas até o IBGE.

Recenseamento mundial

Entre 2006 e 2014, a quase totalidade (93%) dos 236 países mencionados pela ONU em seu site (http://unstats.un.org/unsd/demographic/sources/census/censusdates.htm) fará seus Censos Demográficos. Em 137 deles, onde vivem cerca de 80% da população mundial, o Censo ocorrerá em 2010 ou 2011.

Apenas em 2010, além do Brasil, outros 67 países farão o Censo. Entre eles estão alguns vizinhos das Américas, como Estados Unidos, México, República Dominicana, Costa Rica, Panamá, Argentina, Venezuela e Bolívia; países da Ásia, como China, Indonésia, Paquistão, Japão, Filipinas, Tailândia e Coréia do Sul; além da Rússia, Suíça, Finlândia, Cabo Verde, Costa do Marfim, Zâmbia e Papua/Nova Guiné, entre outros.

Considerando-se as informações populacionais da ONU a respeito desses 68 países, quase a metade (46,8%) da população mundial será recenseada em 2010. Em 2011, quando o Censo ocorrerá em outros 69 países, entre eles quase todos os da Europa, será recenseado mais um terço (32,9%) da população mundial.

Acesse www.ibge.gov.br/censo2010 e conheça os detalhes da pesquisa.