Fazenda de MT é premiada no Rio de Janeiro

Foram cinco meses de trabalho, cuidado e aprendizado diário durante o desenvolvimento da safra 2010 dentro do projeto Caminhos do Algodão. Realizado pelo Canal Rural em parceria com a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), Instituto Mato-grossense do Algodão (IMA) e a Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), o projeto contou com o …

19/08/2010 08:58



Foram cinco meses de trabalho, cuidado e aprendizado diário durante o desenvolvimento da safra 2010 dentro do projeto Caminhos do Algodão. Realizado pelo Canal Rural em parceria com a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), Instituto Mato-grossense do Algodão (IMA) e a Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), o projeto contou com o patrocínio da FMC Agricultural Products e chegou ao fim no dia 13 de agosto, com a premiação das fazendas participantes.

O principal prêmio, uma viagem a Paris, foi entregue ao diretor técnico do Grupo Torre, Márcio de Souza, durante o jantar de encerramento do Clube da Fibra, realizado no Rio de Janeiro. A fazenda Torre III, que pertence ao produtor rural Alexandre Augustin, e está localizada a 130 quilômetros de Rondonópolis, em Mato Grosso. A produtividade estimada da lavoura alcançou 96 arrobas de pluma por hectare. A unidade faz parte de um complexo administrativo que engloba outras nove fazendas do produtor na região, totalizando uma área de 9,5 mil hectares cultivados de algodão. Destes, 4,6 mil plantados no sistema adensado.