Tempo & política

Ontem, em Cuiabá, a ex-ministra Dilma Rousseff (PT) exaltou o potencial econômico estadual – até usou uma frase feita, a de que Mato Grosso é “celeiro do país e do mundo” – e chamou a atenção ao elogiar o clima do Estado. Das duas, uma: ou a presidenciável do PT, quando falou em clima, se …

26/08/2010 16:39



Ontem, em Cuiabá, a ex-ministra Dilma Rousseff (PT) exaltou o potencial econômico estadual – até usou uma frase feita, a de que Mato Grosso é “celeiro do país e do mundo” – e chamou a atenção ao elogiar o clima do Estado.

Das duas, uma: ou a presidenciável do PT, quando falou em clima, se referia ao “calor” proporcionado pelos eleitores e militantes, durante sua passagem por Cuiabá e Rondonópolis, em ato de apoio a Silval Barbosa (PMDB), ou a temperatura de 40 graus à sombra afetou a cabeça da ex-ministra. Em tempo: de manhã, em Rondonópolis, Dilma passou mal, antes de uma carreata, justamente em função da elevada temperatura (cerca de 30 graus, na ocasião).