Silval sanciona R$ 1,1 bi em empréstimos para a Copa

O governador Silval Barbosa (PMDB) sancionou, na semana passada, após aprovação de três mensagens na Assembleia Legislativa, autorização para que o Executivo contraia R$ 1,1 bilhão, por meio de empréstimo, para obras da Copa do Mundo de 2014, em Cuiabá. Os três projetos haviam sido enviados e aprovados pelos deputados estaduais em junho deste ano, …

30/08/2010 13:31



O governador Silval Barbosa (PMDB) sancionou, na semana passada, após aprovação de três mensagens na Assembleia Legislativa, autorização para que o Executivo contraia R$ 1,1 bilhão, por meio de empréstimo, para obras da Copa do Mundo de 2014, em Cuiabá.

Os três projetos haviam sido enviados e aprovados pelos deputados estaduais em junho deste ano, porém falhas técnicas fizeram com que voltassem à pauta da Casa.

O diretor de Infraestrutura da Agência Estadual de Projetos da Copa 2014 (Agecopa), Carlos Brito, informou que em junho havia um prazo a ser cumprido para entrega e, dessa forma, não foi descriminado quem seriam os agentes financeiros.

“Fizemos de forma genérica naquela época. Depois dessas falhas, nós definimos a Caixa Econômica Federal e o BNDES como os agentes, bem como dividimos as obras e ministérios que agirão em cada processo”, disse.

Pelos projetos de mobilidade urbana, por meio do Ministério das Cidades, será pela Caixa Econômica Federal. A operação de créditos para as obras, concentradas principalmente em Cuiabá e Várzea Grande, poderá ser feita até o valor de R$ 458 milhões.

Investimentos em turismo, que passam pelo Ministério do Turismo, serão no valor de até R$ 250 milhões, feitos pelo BNDES. Também pelo mesmo agente financiador serão destinadas as operações de crédito até o valor de R$ 406 milhões, em projetos do novo está Verdão e da urbanização do seu entorno.