Fifa reconhece avanços de Cuiabá

Cuiabá ganhou um importante elogio ontem. Foi do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo 2014 (Col), que em reunião no Rio de Janeiro voltou a destacar aos diretores da Agecopa que a sede cuiabana é a mais avançada nos preparativos para o Mundial do Brasil. O aval do COL e da Fifa considera as …

08/10/2010 10:45



Cuiabá ganhou um importante elogio ontem. Foi do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo 2014 (Col), que em reunião no Rio de Janeiro voltou a destacar aos diretores da Agecopa que a sede cuiabana é a mais avançada nos preparativos para o Mundial do Brasil. O aval do COL e da Fifa considera as informações fornecidas por todas as sedes sobre o andamento das obras e outras providências legais.

Durante o encontro os dirigentes da Agecopa destacaram que a Arena Pantanal já entrou na segunda fase das obras com o início da implantação de suas fundações. Ressaltou ainda que o BNDES já aprovou o financiamento de R$ 393 milhões.

Além deste aporte, que assegura o cumprimento do cronograma físico-financeiro da Arena, o governo do Estado assinou no dia 27 de setembro contrato de financiamento com a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 454 milhões, que permitirão a realização das grandes obras de mobilidade urbana em Cuiabá e Várzea Grande.

Entre estas obras esta a implantação do corredor de trânsito (BRT) ligando o Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, à Avenida Historiador Rubens de Mendonça. O outro ramal do BRT (Bus Rapid Transit) ligará o centro da Capital ao Coxipó, além da duplicação da rodovia e da ponte Mário Andreazza.

A Agecopa também já encaminhou todos os projetos relativos às grandes intervenções nas avenidas Miguel Sutil, Fernando Correa e FEB (viadutos, trincheiras, duplicações) e já licitou as primeiras obras de desbloqueio, como o asfaltamento da avenida Mário Palma, na região do Despraiado, que já está em execução.

O diretor de Infra-estrutura da Agecopa, Carlos Brito, que esteve no Rio de Janeiro, destacou que a reunião foi extremamente positiva para Mato Grosso, que recebeu o aval do COL para continuar um trabalho que vem merecendo elogios não só da Fifa, mas dos principais veículos da imprensa nacional que acompanham os preparativos em todas as sedes brasileiras“.

Além de conhecer pessoalmente os dirigentes do COL/Fifa que coordenarão os trabalhos no Brasil até 2014, os diretores da Agecopa fizeram relatos sobre o andamento dos trabalhos relativos à segurança pública, hotelaria, mobilidade urbana, marketing e sustentabilidade ambiental.

Segundo Brito, ficou evidenciada a preocupação da Fifa em agilizar não só os requisitos básicos para a competição – arena, aeroporto, Fan Park e Centros de Treinamento – mas especialmente os legados que permanecerão para usufruto da comunidade mato-grossense.

“Esta posição do COL e da Fifa confirmam que a Agecopa está no caminho certo, ao priorizar também as obras de mobilidade urbana, a capacitação de mão-de-obra em todos os segmentos, a inserção de reeducandos nas obras e outras providências que vão mudar para melhor a vida da população”, disse Brito.

O diretor de Planejamento Yênes Magalhães, lembrou que a opção por contemplar ações de grande interesse social não impede a Agecopa de cumprir todos os compromissos assumidos com a Fifa. “Estamos trabalhando em várias frentes, cumprindo as exigências da entidade, mas sem se esquecer do objetivo principal que é deixar um legado social de valor inestimável para a população”, disse Yênes.

O diretor de Relações Interinstitucionais Agripino Bonilha, acrescentou que o COL estimula ações que aumentem a interlocução com a sociedade, a maior beneficiária de todas as obras e avanços que o Mundial trará para os estados e municípios. “Através das ações ligadas ao voluntariado, à formação de mão de obra e abertura de novas oportunidades de negócios, a Agecopa também está avançando neste campo”, finalizou Bonilha.

A reunião no COL foi comandada por Jay Neuhaus, gerente de Eventos da Fifa, acompanhado de Fábio Starling, gerente-geral de Relacionamento do LOC com as cidades-sedes; Carlos De La Corte, gerente de Arenas; Hilário Medeiros, gerente-geral de Segurança; Roberto Siviero, gerente de Estádios e Instalações; Fernando Roriz, gerente de Relacionamento; Luiz Otávio Marine, gerente de Marketing e Fábio Carvalho, coordenador do projeto de Monitoramento das obras dos estádios.