Alonso vence GP da Coreia do Sul e é líder

O primeiro GP da Coreia do Sul de F-1 teve de tudo. Chuva, Safety Car, paralisação e, no final, o novo líder do Mundial de pilotos. Com uma mescla de competência e sorte, Fernando Alonso venceu e assumiu a liderança da temporada 2010. Com a vitória, o espanhol chega aos 231 pontos na competição, 11 …

24/10/2010 10:28



O primeiro GP da Coreia do Sul de F-1 teve de tudo. Chuva, Safety Car, paralisação e, no final, o novo líder do Mundial de pilotos. Com uma mescla de competência e sorte, Fernando Alonso venceu e assumiu a liderança da temporada 2010.

Com a vitória, o espanhol chega aos 231 pontos na competição, 11 a mais que o australiano — até então líder — Mark Webber, que abandonou a prova após errar na saída de uma curva e bater no muro.

O inglês Lewis Hamilton, da McLaren, conseguiu a segunda colocação, seguido pelo brasileiro Felipe Massa, que, no terceiro lugar, completou o pódio.

O outro piloto da Red Bull, Sebastian Vettel — quarto no Mundial –, com problemas no freio e um estouro no motor, também não completou a prova.

O alemão Michael Schumcher, da Mercedes, maior campeão da categoria, obteve seu melhor resultado no ano, ao cruzar a linha final em quarto lugar.

A próxima etapa da F-1 é no Brasil, em Interlagos, no próximo dia 7. Apesar de ser a penúltima corrida da temporada, Alonso pode se sagrar campeão antes mesmo da última prova, que será disputada em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

A CORRIDA

A chuva forte que castigou a região de Yeongam, onde fica o circuito do GP da Coreia do Sul, prejudicou o início da prova, que teve sua largada com a presença do Safety Car.

Após as quatro primeiras voltas terem sido realizadas sob o ritmo do carro de segurança, os diretores da prova decidiram interromper a corrida por tempo indeterminado, já que as condições da pista não ream consideradas seguras.

Passados cerca de 45 minutos de paralisação, ainda sob chuva e com a presença do Safety Car, a prova teve seu reinício.

Com condições de pista mais favoráveis, a direção de prova determinou a saída do carro de segurança. A corrida, que já estava na 19ª volta, pôde efetivamente começar, com as disputas por posições liberadas.

A chuva persistia. A primeira vítima do circuito escorregadio foi o até então líder do campeonato — segundo na prova–, Mark Webber, da Red Bull, que errou na saída de uma das curvas, bateu no muro, atravessou a pista e foi atingido por Nico Rosberg, da Mercedes, que vinha em quarto lugar. Ambos abandonaram.

O acidente colocou o Safety Car novamente na pista, desta vez por mais três voltas. Vettel, Alonso e Hamilton eram os três primeiros colocados.

Na volta 29, Jenson Button foi o primeiro piloto a parar nos boxes e trocar os pneus de chuva por intermediários. Era um sinal de que as condições do circuito começavam a melhorar.

Nas voltas seguintes, quando um acidente entre Buemi e Glock recolocou o Safety Car na corrida, Hamilton, Massa e Schumacher vão aos boxes e também colocam pneus intermediários.

A 33ª volta parecia ser decisiva. Os dois primeiros colocados, Vettel e Alonso, pararam nos boxes para trocar os pneus. No entanto, após falha de um dos mecânicos da Ferrari, o pit-stop de Alonso demorou 4 segundos a mais que o do adversário. Ao voltar, o espanhol havia perdido segunda posição para Hamilton.

Apesar do revés nos boxes, quando o Safety Car saiu da pista e a corrida recomeçou, Alonso recuperou a posição após erro de Hamilton, que quase bateu ao passar reto em uma das curvas.

Quando tudo parecia definido a favor de Vettel, que não era ameaçado na primeira posição, já na 44ª volta, Alonso passou a andar mais rápido que o piloto da Red Bull, o qual, inclusive, revelava, por rádio à equipe, que estava com problemas nos freios.

Duas voltas depois, Alonso se aproximou e, enquanto fazia a ultrapassagem sobre Vettel, o motor do alemão estourou. Era mais um piloto da Red Bull que abandonava a prova.

Com isso, Fernando Alonso ficou tranquilo na liderança e apenas teve o trabalho de guiar sua Ferrari até a vitória, seguido por Lewis Hamilton e Felipe Massa, que completaram o pódio do primeiro GP da Coreia do Sul.

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO GP DA COREIA DO SUL

1. Fernando Alonso – Ferrari
2. Lewis Hamilton – McLaren
3. Felipe Massa – Ferrari
4. Michael Schumacher – Mercedes GP
5. Robert Kubica – Renault
6. Vitantonio Liuzzi – Force India
7. Rubens Barrichello – Williams
8. Kamui Kobayashi – Sauber
9. Nick Heidfeld – Sauber
10. Nico Hulkenberg – Williams
11. Jaime Alguersuari – Toro Rosso
12. Jenson Button – McLaren
13. Heikki Kovalainen – Lotus
14. Bruno Senna – Hispania
15. Sakon Yamamoto – Hispania

Não completaram a prova

Adrian Sutil – Force India
Sebastian Vettel – Red Bull
Vitaly Petrov – Renault
Timo Glock – Virgin
Sebastien Buemi – Toro Rosso
Lucas di Grassi – Virgin
Jarno Trulli – Lotus
Mark Webber – Red Bull
Nico Rosberg – Mercedes GP