Valtenir quer parceria com Silval Barbosa

O presidente regional do PSB, deputado federal reeleito Valtenir Pereira defendeu, na semana passada, a busca de um entendimento com o governador reeleito Silval Barbosa (PMDB). Em tese, o partido faz parte da oposição, já que teve candidatura própria na disputa pelo Palácio Paiaguás, encabeçada pelo empresário Mauro Mendes. O parlamentar disse não ver nenhum …

07/11/2010 19:44




O presidente regional do PSB, deputado federal reeleito Valtenir Pereira defendeu, na semana passada, a busca de um entendimento com o governador reeleito Silval Barbosa (PMDB). Em tese, o partido faz parte da oposição, já que teve candidatura própria na disputa pelo Palácio Paiaguás, encabeçada pelo empresário Mauro Mendes.

O parlamentar disse não ver nenhum impedimento no sentido de se viabilizar uma “parceria” com o Governo, mesmo o PSB tendo disputado a eleição, com  fortes críticas ao governador Silval Barbosa. Ele ressaltou que o momento eleitoral será superado e que, doravante, o importante é que se coloque em pauta o desenvolvimento de Mato Grosso.

“O Silval  tem-se revelado um grande estadista. A preocupação dele é com Mato Grosso e essa também é a preocupação do PSB. Tem tudo para essa parceria continuar dando certo, como deu no Governo do Maggi”, afirmou Valtenir.

“Não é questão de cargo”

Apesar de declarar essa predisposição para uma aliança com os adversários da eleição passada, Valtenir Pereira ressaltou que essa parceria não envolve participação no Governo – no caso, ocupação de cargos de indicação política.

“O nosso partido não vai atuar para que aconteça uma eventual participação no Governo. Não entramos nessa esfera, porque não nos cabe. Vamos trabalhar para conquistar a parceria”, afirmou.

O parlamentar destacou que não poderá cumprir um mandato de qualidade sem a parceria com o Governo do Estado, mesmo fazendo parte da base de sustentação do Governo Federal. “Vamos ter uma atuação forte junto ao Governo Federal, ajudando o Estado a fundamentar as realizações”, disse o deputado do PSB.

Ele citou como exemplo a viabilização de cinco mil casas populares para Mato Grosso, sendo que o Governo Federal disponibilizou R$ 55 milhões e o Estado entrou com R$ 24 milhões. Ele observou que, se não tivesse bom relacionamento no Estado, não asseguraria a construção das unidades habitacionais. “Então, se não tivesse o Governo do Estado, não conseguiríamos viabilizar essas cinco mil casas”, disse.

Estrutura

No cenário nacional, o PSB elegeu seis governadores, no pleito de outubro passado: Eduardo Campos (PE), Cid Gomes (CE), Renato Casagrande (ES), Camilo Capiberibe (AP), Wilson Martins (PI) e Ricardo Coutinho (PB). Para Valtenir, isso mostra que o partido está “no caminho certo”.

“Isso é resultado de gestões voltadas para as políticas de resultados, na transformação na vida do cidadão para melhor. Tudo isso tem contribuído para podermos avançar”, avaliou o parlamentar.

Quanto a influência que esses governadores podem exercer junto ao seu mandato, ele avaliou como importante, pois colocará o PSB em um patamar elevado, perante a classe política, sociedade e opinião pública.

“Em Mato Grosso, vamos nos reunir para definir um planejamento estratégico para 2012, aproveitando esse momento”, adiantou.