Galindo diz que apenas os grandes se incomodam com reajuste do IPTU

Durante reunião com representantes do movimento estudantil de Cuiabá, o prefeito Chico Galindo disse que apenas a parcela mais rica da população da Capital tem se incomodado com o reajuste do IPTU na cidade. “Quem está abalado com o valor do IPTU são os grandes, aqueles que têm vinte, trinta imóveis em Cuiabá e em …

28/11/2010 11:39



Durante reunião com representantes do movimento estudantil de Cuiabá, o prefeito Chico Galindo disse que apenas a parcela mais rica da população da Capital tem se incomodado com o reajuste do IPTU na cidade. “Quem está abalado com o valor do IPTU são os grandes, aqueles que têm vinte, trinta imóveis em Cuiabá e em áreas valorizadas”, afirmou.

   O prefeito aproveitou o encontro com os estudantes e pediu o auxílio deles para exclarecer à sociedade como vai funcionar o reajuste da planta genérica e os benefícios que o novo projeto vai trazer. “Estamos fazendo um trabalho social que a população ainda não entendeu. Quem tem menos vai pagar menos ou nada e quem tem muito vai pagar mais”, afirmou.

   Galindo argumentou dizendo que em 2011 cerca de 26 mil famílias podem ficar isentas do imposto com a mudança, enquanto até agora apenas 5,7 mil eram beneficiadas. A quantidade se refere à parcela da população que tem imóveis avaliados em até R$ 25 mil, novo valor venal (valor de mercado máximo para que o imóvel fique isento). Até este ano o valor era de R$ 5 mil.

   Ele destacou ainda que pouco mais de 65% dos imóveis não pagarão mais que R$ 200 de imposto e que, mesmo tendo o menor índice do Brasil, 0,4%, a Capital mato-grossense ainda tem prejuízos da odem de R$ 520 milhões por ano com a inadimplência sobre o imposto. O projeto foi aprovado e sancionado no final de outubro.