Maggi volta a ser cotado para Ministério da Agricultura

O senador eleito e ex-governador Blairo Maggi (PR) voltou a ter seu nome cotado para assumir o Ministério da Agricultura, na gestão da presidente eleita Dilma Roussef (PT). De acordo com a reportagem, sem nenhum motivo especial, Maggi foi convidado a acompanhar a presidente eleita em viagem a Tucuruí (PA), para a inauguração de duas eclusas …

01/12/2010 13:41



O senador eleito e ex-governador Blairo Maggi (PR) voltou a ter seu nome cotado para assumir o Ministério da Agricultura, na gestão da presidente eleita Dilma Roussef (PT).

De acordo com a reportagem, sem nenhum motivo especial, Maggi foi convidado a acompanhar a presidente eleita em viagem a Tucuruí (PA), para a inauguração de duas eclusas no Rio Tocantins, na terça-feira (30).

Apontado na reportagem como “grande produtor de soja em Mato Grosso e o maior plantador individual do grão no mundo”, o ex-governador seria um dos nomes mais lembrados para compor o staff de Dilma, quando o assunto é Agricultura.

Além disso, a presidente eleita já teria dito que os ministérios não se manterão “partidários”, já que, atualmente, a provável pasta de Maggi é ocupada pelo PMDB, que indicou a permanência do ex-deputado federal Wanger Rossi (SP).

Já o PR ocupa o Ministério dos Transportes, desde o início do Governo de Lula. Com a possível ida de Maggi para a Agricultura, um clima de instabilidade poderia tomar conta dos republicanos. Atualmente, Transportes é ocupado pelo prefeito de Uberaba (SP), Anderson Adauto, e, antes dele, o senador amazonense, Alfredo Nascimento, que pretende retornar. A ida de Maggi para a Agricultura poderia “atrapalhar” os planos de Nascimento.

Paradoxo

De acordo com o jornal paulista, um ponto paradoxal na entrada de Maggi é a “briga” do Ministério do Meio Ambiente, ocupada hoje por Izabella Teixeira, com os ruralistas ligados ao senador eleito. Por outro lado, segundo a reportagem, Lula já teria dado “palpites” a favor do republicano.
Apesar disso, a própria Dilma ainda não mencionou nenhum nome para a pasta do Meio Ambiente.