Silval anunciará staff dia 20

O governador Silval Barbosa (PMDB) afirmou  que irá anunciar no novo staff até o dia 20 deste mês. Os secretários estaduais deverão ser empossados na mesma ocasião que o chefe do Executivo reeleito, com posse marcada para primeiro de janeiro. “No máximo até dia 20 anunciaremos os secretários. Por enquanto, tudo não passa de especulação” …

07/12/2010 10:11



O governador Silval Barbosa (PMDB) afirmou  que irá anunciar no novo staff até o dia 20 deste mês. Os secretários estaduais deverão ser empossados na mesma ocasião que o chefe do Executivo reeleito, com posse marcada para primeiro de janeiro. “No máximo até dia 20 anunciaremos os secretários. Por enquanto, tudo não passa de especulação” despistou o governador. Em tempos de discussão com as 11 legendas que estiveram em sua coligação, Silval não descarta ampliar o leque de aliados incluindo o Democratas entre possíveis gestores de pastas. Apesar disso, pondera que a definição será feita coletivamente.

Na manhã de ontem, Silval Barbosa entregou 238 ônibus escolares para os 141 prefeitos dos municípios mato-grossenses. Ao lado de secretários estaduais, da bancadas estadual e federal no parlamento, o governador discursou que a entrega dos veículos está vinculada ao programa Caminho da Escola do governo federal em parceira com o governo estadual e tem o objetivo de renovar a frota de veículos escolares, garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes da zona rural.

O peemedebista contou que vem conversando com os partidos sobre a reforma administrativa que será promovida para alinhar a gestão estadual com o governo federal. Após o aval da Assembleia Legislativa para a implantação de novas secretarias, o governador irá discutir o espaço de cada legenda na administração. No momento, ele vem assegurando que o espaço será proporcional à representatividade de cada partido na última eleição.

Nesse contexto, o PR e o PT mostram que estão mais avançados no que tange à garantia do espaço já ocupado na administração. Apesar disso, Silval garante que seu partido, o PMDB, também irá ampliar a atuação no Executivo. Membros peemedebistas reclamam que o partido deve ocupar os espaços preenchidos pelo PR na gestão do ex-governador Blairo Maggi (PR). Nos cálculos do governador, a secretaria de Comunicação e Setecs já estariam na “quota” do PMDB.

Ele defendeu que a Assembleia Legislativa também participe das discussões, já que 17 dos 24 deputados são da base aliada. “Nada mais justo que os deputados participarem e façam a indicação da Casa. A indicação de um deputado pode ajudar na gestão e promover o rodízio na Assembleia”, explicou Barbosa.

Nos bastidores, o deputado Zé Domingos (DEM) vem sendo cotado para assumir a secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar. A posse de Domingos abriria espaço para o deputado Gilmar Fabris (DEM), um dos democratas mais fieis ao governador, que ficou na primeira suplência.

Os partidos, segundo ele, estão respeitando a divisão de critérios técnicas e políticas para a composição das secretarias. O governador também negou os rumores de que o advogado de seu partido, o ex-presidente da OAB de Mato Grosso Francisco Faiad, estaria garantido na estrutura governamental.