Vereadores aprovaram o plano de Educação e a Lei Orgânica do setor

Os vereadores de Cuiabá aprovaram na terça (7) a emenda à Lei Orgânica que cria o Plano Municipal de Educação. Pelo documento, entre os principais desafios do setor está a articulação, integração e desenvolvimento da educação, que permitam a erradicação do analfabetismo, capacitação dos profissionais, promoção dos conhecimentos humanísticos, científicos e tecnológicos, além da elaboração …

08/12/2010 17:24



Os vereadores de Cuiabá aprovaram na terça (7) a emenda à Lei Orgânica que cria o Plano Municipal de Educação. Pelo documento, entre os principais desafios do setor está a articulação, integração e desenvolvimento da educação, que permitam a erradicação do analfabetismo, capacitação dos profissionais, promoção dos conhecimentos humanísticos, científicos e tecnológicos, além da elaboração de um plano único de carreira para todos os profissionais da educação.

  Na sessão, que foi acompanhada de perto pelos profissionais da área, também foi aprovada pelos vereadores a Lei Orgânica dos Profissionais da secretaria municipal de Educação. “Cuiabá dedica-se a esta empreitada, dentro de seus limites legais, financeiros e técnicos para cumprir as prioridades elencadas”, ponderou o líder do prefeito Chico Galindo (PTB) na Câmara e presidente eleito da Casa Júlio Pinheiro (PTB).

  Já o presidente do Legislativo, Deucimar Silva (PP), argumenta que por meio do plano é possível que a área receba investimentos planejados a longo prazo. Deste modo, a cada ano que passa a qualidade da educação na Capital será melhor. “É um plano que transcende do atual governo e tem expectativa de que os próximos governantes cumpram os compromissos aqui expressos, havendo possibilidade de superar um grande entrave na história da educação: a descontinuidade das políticas”, ponderou Deucimar.