Cultura de MT entra nas atrações previstas para a posse de Dilma

A cultura popular de Mato Grosso ser uma das atrações em destaque na festa da posse da presidente eleita Dilma Rousseff. O Ministério da Cultura confirmou a programação das atrações de todas as regiões do país que farão apresentação na Esplanada dos Ministérios, a partir das 10h de 1º de janeiro. O grupo Flor Ribeirinha, …

27/12/2010 09:18



A cultura popular de Mato Grosso ser uma das atrações em destaque na festa da posse da presidente eleita Dilma Rousseff. O Ministério da Cultura confirmou a programação das atrações de todas as regiões do país que farão apresentação na Esplanada dos Ministérios, a partir das 10h de 1º de janeiro. O grupo Flor Ribeirinha, do São Gonçalo Beira-Rio, de Cuiabá, vai representar o Estado entre vários outras atrações de várias partes do Brasil.

  As apresentações da festa da posse acontecem também na Praça dos Três Poderes, mas com atrações nacionais e mulheres: Elba Ramalho, Fernanda Takai, Martinália e Zélia Duncan e Gaby Amarantos. Gaby é artista paraense, considerada uma das grandes promessas da música nacional. Na Esplanada dos Ministérios acontecem apresentações de artistas e grupos culturais dos Estados. Serão quatro grandes tendas destinadas a receber as atrações. O Flor Ribeirinha se apresentará na Tenda Norte, junto com outras atrações de Tocantins, Roraima e Acre.

  Os shows, realizados por meio Fundação Cultural Palmares (FCP), acontecem em paralelo à posse do governador eleito do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, que também contará com um palco na Esplanada, com atrações de Brasília, São Paulo e Pernambuco.

    Idealizado por dona Domingas Leonor, uma personagem peculiar no contexto cultural cuiabano, o Flor Ribeirinha é um dos mais famosos grupos de Siriri mato-grossense. Trabalha o Siriri – dança típica mato-grossense, realizada na região sul de Cuiabá -, há mais de 200 anos e que reflete o multiculturalismo brasileiro formado por índios, negros, portugueses e espanhóis. Em seu trabalho manifesta, numa coreografia variada, melodias alegres e letras, o mote a vida ribeirinha e as tradições religiosas.

 Eis, abaixo, a programação de eventos para 1º de janeiro, em Brasília

Tenda Norte
– Tambor de Couro – Projeto Tambores do Tocantins – (Porto Nacional/TO)
– Mestre Jaci, Dona Bernaldina, Dona Laudisia e Rosilda Macuxi (Tuxauas) – Ritual Maruwai, dança Parixara e dança Tukui (Terra Indígena Raposa Serra do Sol/RR)
– Flor Ribeirinha – Siriri – (Cuiabá)
– Grupo Jabuti-Bumbá – Cordão de Boi (Rio Branco/AC)

 Tenda Sul
– Os Pés de Ouro – Fandango – (Paranaguá/PR)
– Sombrero Luminoso – Rock da Fronteira – (Porto Alegre/RS)
– Grupo Folclórico Ucraniano Brasileiro Vesselka – Balé – (Prudentópolis/PR)
– Catumbi – Congada Dramática – (Itapocu/SC)

 Tenda Sudeste
– Grupo Jongo de Piquete – Jongo (Piquete/SP)
– Brô MC’s – Rap Indígena – (Reserva Indígena Jaguapiru, Dourados/MS)
– Zé Mulato e Cassiano – Música Caipira (Brasília/DF)
– Cia. Mambembrincantes – (Brasília/DF)
– Si Bobiá a Gente Pimba – Quadrilha – (Brasília/DF)

 Tenda Nordeste
– Bumba Boi de Seu Teodoro – Boi – (Brasília/DF)
– Orquestra Marafreboi – Frevo – (Brasília/DF)
– Seu Estrelo e o Fuá no Terreiro – Sambada – (Brasília/DF)

 Espaço infantil
– Apresentação de Mamulengos – Teatro – (Brasília/DF)
– Bonecos Gigantes e Pernas de Pau – Circo – (Brasília/DF)

 Palco GDF
– Lia de Itamaracá – Ciranda – (Itamaracá/PE)
– Comunidade Samba da Vela – Samba – (São Paulo/SP)
– G.O.G. – Hip Hop – (Brasília/DF)
– Banda Cara Nova – Forró – (Brasília/DF)

Palco Três Poderes
– Gabi Amarantus
– Elba Ramalho
– Martinália
– Fernanda Takai
– Zélia Duncan