‘Gol de ouro’ pode voltar a ser adotado na Copa de 2014

A Copa do Mundo do Brasil, em 2014, deve ter novidade nos mata-matas: o retorno da prorrogação com gol de ouro. A notícia foi dada pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, que pensa em adotar novamente o sistema, utilizado nos Mundiais de 1998 e 2002. O dirigente disse ainda que apenas árbitros profissionais trabalharão na …

06/01/2011 08:31



A Copa do Mundo do Brasil, em 2014, deve ter novidade nos mata-matas: o retorno da prorrogação com gol de ouro. A notícia foi dada pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, que pensa em adotar novamente o sistema, utilizado nos Mundiais de 1998 e 2002. O dirigente disse ainda que apenas árbitros profissionais trabalharão na competição.

Atualmente, quando um jogo dos mata-matas da Copa do Mundo termina empatado, as equipes disputam prorrogação de 30 minutos, independentemente do número de gols marcados no tempo extra. No sistema com o gol de ouro, a equipe que for às redes primeiro na prorrogação vence o jogo.

Blatter também pensa em adotar outras mudanças no Brasil, com a ajuda da Força-Tarefa Futebol 2014 – grupo criado em outubro pelo Comitê Executivo da Fifa para ajudar na organização de um Mundial mais atrativo.

“O objetivo é claro: em 2014 só árbitros profissionais apitarão na Copa do Mundo. É uma obrigação. Os treinadores são profissionais, os jogadores são profissionais, não existe razão para que os árbitros não o sejam. E se alguns disserem que não há dinheiro suficiente para remunerá-los, eu responderia que há dinheiro suficiente nos campeonatos profissionais”, comentou.