Pecuaristas investem R$ 50 mi em vacinas; MT está 15 anos sem aftosa

Os produtores de gado alcançaram uma conquista história ao conseguir com que o estado de Mato Grosso esteja há 15 anos livre da febre aftosa. Porém, para este mérito é preciso um investimento alto, somente em 2010, os pecuaristas investiram R$ 50 milhões com a compra de vacinas contra a doença. Nesta quarta-feira (19), o …

19/01/2011 18:09



Os produtores de gado alcançaram uma conquista história ao conseguir com que o estado de Mato Grosso esteja há 15 anos livre da febre aftosa. Porém, para este mérito é preciso um investimento alto, somente em 2010, os pecuaristas investiram R$ 50 milhões com a compra de vacinas contra a doença.

Nesta quarta-feira (19), o Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) lançou a campanha de vacinação para bovinos e bubalinos de 0 a 12 meses, nas 584 propriedades localizadas na faixa de 15 quilômetros de fronteira da Bolívia.

Ao todo serão vacinados 110 mil animais. A compra da vacina é feita pelos próprios produtores, por meio do Fundo Estadual de Sanidade Animal (Fesa). A campanha ocorre de 1º a 28 de fevereiro.

O governador Silval Barbosa (PMBD) garantiu que o Estado continuará agindo para que Mato Grosso não registre mais nenhum caso de febre aftosa. Atualmente, 99,74% do rebanho foi vacinado em 2010, ou seja, cerca de 29 milhões de cabeças de gado.

“Fizemos o dever de casa e estamos livres da febre aftosa há 15 anos, agora
precisamos aumentar a produtividade, recuperar a área degrada e ampliar a pastagem. A meta do estado é continuar sem nenhum foco de febre”, afirmou em entrevista coletiva na manhã de hoje.

Apesar de o governo encabeçar as campanhas de vacinação contra febre aftosa, os pecuaristas é que são os protagonistas deste cenário, por isso, o governo também homenageou os presidentes de entidades ligadas à pecuária em reconhecimento ao esforço dos pecuaristas em ficar 15 anos sem a febre aftosa no estado.