Galindo anuncia que não vai à reeleição em 2012

Disposto a deixar um verdadeiro legado para Cuiabá, o prefeito Francisco Bello Galindo, o Chico Galindo (PTB) até o momento, descartou toda e qualquer possibilidade de concorrer à reeleição nas eleições municipais que ocorrem em 2012. Convicto de seu posicionamento, até que as convenções partidárias se aproximem e ele seja “convocado” a entrar na disputa …

26/01/2011 14:39



Disposto a deixar um verdadeiro legado para Cuiabá, o prefeito Francisco Bello Galindo, o Chico Galindo (PTB) até o momento, descartou toda e qualquer possibilidade de concorrer à reeleição nas eleições municipais que ocorrem em 2012.

Convicto de seu posicionamento, até que as convenções partidárias se aproximem e ele seja “convocado” a entrar na disputa pelo Palácio Alencastro, Galindo disse que está preocupado em reestruturar e sanar os problemas da capital do Estado de Mato Grosso – a qual sofre com a precariedade dos serviços de saúde, saneamento básico e infraestrutura, entre outros.

“Não posso sonhar em me reeleger, não sou candidato à reeleição. Minha preocupação é Cuiabá, acho que tenho condições de prestar um grande serviço nesses dois anos”, afirmou o prefeito durante entrevista, nesta quarta-feira (26).

Galindo promete implantar medidas, mesmo que paliativas, numa tentativa de pelo menos amenizar as dificuldades enfrentadas pelo cidadão cuiabano, visando se desgarrar de uma vez por todas, sua imagem a do ex-prefeito de Cuiabá e candidato derrotado para o Governo do Estado, Wilson Santos (PSDB). Ele não quer ter embutido a sua gestão a o “slogan” daquele que prometeu mais não cumpriu, afinal, o compromisso do prefeito com o tucano durou até o final das eleições.

Entre os projetos implantados pelo prefeito, e contragosto da população está à polêmica atualização da Planta Genérica de Cuiabá, que automaticamente reajustará o IPTU para vários imóveis, e o retorno dos radares eletrônicos em avenidas. “São consideradas medidas antipáticas, mas que daqui a cinco anos a população saberá reconhecer este trabalhado iniciado por mim”, frisou.

No entanto, para realizar esta tarefa hercúlea, Chico Galindo, anunciou que fará uma gestão mais técnica e menos política, “a prefeitura irá virar uma verdadeira empresa, mas uma empresa onde se trabalha com amor”. Mas, para que toda essa engrenagem da máquina municipal funcione tem estreitado sua relação com o governador do Estado, Silval Barbosa (PMDB), em busca de parcerias e captação de recursos para viabilizar obras.