Plantio do milho começa tímido em MT

Em relação ao período em 2010, o atraso é de 32,6,7 pontos percentuais (p.p), quando a semeadura era de 27,1%. O levantamento realizado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea-MT) aponta que a área destinada ao milho safrinha mato-grossense deverá ser de 1,81 milhão de hectares, 2,6% a mais que o estimado em dezembro de …

11/02/2011 17:01



Em relação ao período em 2010, o atraso é de 32,6,7 pontos percentuais (p.p), quando a semeadura era de 27,1%. O levantamento realizado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea-MT) aponta que a área destinada ao milho safrinha mato-grossense deverá ser de 1,81 milhão de hectares, 2,6% a mais que o estimado em dezembro de 2010 (1,76 milhão de hectares).

Produtores da região norte do Estado acreditam que área destinada ao cereal na localidade possa ter redução de 20%, mesmo com preço da saca de 60 quilos em alta. Clima continua a ser o principal entrave na área designada ao plantio, que deverá ser definida entre o final de fevereiro e março, e na produtividade do milho safrinha.

TÍMIDO

De acordo com o superintendente do Imea-MT, Otávio Celidonio, o plantio do milho safrinha 2010/2011 segue “tímido” no Estado. Ele comenta que a semeadura teve início praticamente na última semana. “Visitei algumas regiões de Mato Grosso na última semana e constatei que o plantio do milho safrinha já começou no Estado, porém ainda é incerta a sua área, que deverá ser definida mesmo entre o final de fevereiro e o mês de março, quando a colheita da soja já avançou”.

O presidente do Sindicato Rural de Sinop, Antônio Galvan, acredita que para a safrinha 2010/2011 do milho o volume da produção não será o mesmo adquirido na safrinha 2009/2010. Para Galvan, o clima é quem ditará a quantidade da produtividade. “O milho está com preço bom. Alguns produtores com isso arriscaram a plantar a mesma área da safra passada, mas alguns já relataram que preferem reduzir.

Acredito que aqui na região norte a redução da área destinada ao milho safrinha será de 20%. O que definirá a produtividade é a chuva. Se em abril chover como agora, teremos uma boa produtividade do cereal”, diz Galvan.

SOJA

Mesmo com a estiagem das chuvas, a colheita da soja em Mato Grosso segue atrasada em 10 p.p. Conforme o Imea-MT, até o dia 3 de fevereiro apenas 7% da área destinada à oleoginosa havia sido colhida. Segundo o superintendente da entidade, nos próximos dias a expectativa é de avanço. “Em 2010, até agora, já havíamos colhido 17% da área da soja.

Apesar disso dentro do que esperamos, após o atraso do plantio. O algodão por sua vez encontra-se com o plantio realizado em 94% da área, podendo ainda esta semana ser encerrado”, comenta.