Niemeyer deve projetar em MT o Museu do Índio e a Casa Rondon

Com a meta de concluir a construção de, pelo menos dois museus até o final de seu mandato, o governador Silval Barbosa (PMDB) tem um projeto ousado para as novsas obras. “Eu quero construir o Museu ou Casa do ìndio e a Casa Rondon. Vou começar e concluir esses projetos”, destacou. As estruturas devem incrementar …

07/03/2011 09:11



Com a meta de concluir a construção de, pelo menos dois museus até o final de seu mandato, o governador Silval Barbosa (PMDB) tem um projeto ousado para as novsas obras. “Eu quero construir o Museu ou Casa do ìndio e a Casa Rondon. Vou começar e concluir esses projetos”, destacou. As estruturas devem incrementar o roteiro turístico da Capital para a Copa de 2014.

   Para realizar as obras, o governador procurou um arquiteto de renome internacional: Oscar Niemeyer. “Entrei em contato com o Niemeyer para fazer o projeto”, ressaltou. Com mais de 100 anos de idade, Niemeyer ficou conhecido mundialmente por obras como a implementação da capital federal do país em Brasília, na década de 60, e a sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, nos Estados Unidos.

   O anúncio da construção do Museu do Índio foi feito após uma reunião com 12 lideranças indígenas que demonstraram interesse em divulgar suas danças, jogos e hábitos nacional e internacionalmente, propondo, inclusive, uma participação na abertura dos jogos do Mundial da Fifa em Cuiabá. A ideia, segundo Silval, é que a estrutura reúna as culturas das 42 etnias que vivem no Estado. Já a Casa Rondon deverá promover um resgate da história do desbravador do Estado, o marechal Cândido Mariano Rondon Mendes.