Imperador do Japão mostra preocupação com colapso nuclear

O imperador  do  Japão, Akihito, fez sua primeira declaração depois do terremoto e tsunami que atingiram o país na última sexta-feira. Ele fez um discurso em tom dramático na televisão, onde mostrou preocupação com um colapso nuclear, pediu calma à população e disse que está  rezando pelas vítimas. “Espero, do fundo do coração, que as …

16/03/2011 09:29



O imperador  do  Japão, Akihito, fez sua primeira declaração depois do terremoto e tsunami que atingiram o país na última sexta-feira. Ele fez um discurso em tom dramático na televisão, onde mostrou preocupação com um colapso nuclear, pediu calma à população e disse que está  rezando pelas vítimas.

“Espero, do fundo do coração, que as pessoas dêem as mãos, se tratem com compaixão e consigam ultrapassar estes tempos difíceis”, destacou Akihito, de 77 anos.  Ele explicou ainda que está preocupado com a “natureza imprevisível” da situação na central nuclear de Fukushima, danificada desde o grande terremoto seguido por tsunami.

As estações de televisão interromperam a programação normal para que o imperador, que raramente usa esse veículo de comunicação, falasse aos japoneses.

De acordo com o último  balanço oficial,  os desastres naturais já causaram 3.373 mortes, deixaram 1.897 feridos e 6.746 desaparecidos.