Escolas estaduais de Mato Grosso realizarão a Provinha Brasil no dia 18

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) convencionou o dia 18 abril para que as 410 escolas estaduais que ofertam 1º ciclo (incluindo algumas indígenas e campo) realizem a aplicação da Provinha Brasil junto aos estudantes do 2º ano do 1º ciclo do Ensino Fundamental. A avaliação realizada em todo o País tem o objetivo …

27/03/2011 07:55



A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) convencionou o dia 18 abril para que as 410 escolas estaduais que ofertam 1º ciclo (incluindo algumas indígenas e campo) realizem a aplicação da Provinha Brasil junto aos estudantes do 2º ano do 1º ciclo do Ensino Fundamental. A avaliação realizada em todo o País tem o objetivo de fazer diagnóstico interno com o intuito de auxiliar os professores e gestores a monitorarem os processos de desenvolvimento da alfabetização oferecida nas escolas públicas brasileiras.

Entre os aspectos relevantes da Provinha Brasil está ainda, o fato da avaliação reforçar uma das finalidades que é a de construir um instrumento pedagógico, sem fins classificatórios. A partir do dia 28 de março chegam às escolas o Kit contendo o Caderno do Aluno, Guia de Aplicação, Guia de Correção e Interpretação dos Resultados e Reflexões sobre a Prática. É muito importante que todos os professores, juntamente com a equipe gestora, dispense uma atenção especial em relação à leitura minuciosa dos cadernos que compõem o Kit.

A Provinha Brasil está entre as responsabilidades do Ministério da Educação (MEC). “A prova é um instrumento para a escola fazer um diagnóstico e verificar se está no rumo certo, o que significa saber, se todas as crianças estão adquirindo as capacidades inerentes aos sete anos de idade”, esclarece a superintendente de Educação Básica da Seduc, Aidê Fátima Campos. Segundo ela, cada docente poderá reconhecer, a partir do diagnóstico, resultante da provinha se a proposta pedagógica está em sintonia com as do PPP e dentro das diretrizes nacionais. “Esse diagnóstico é relevante para a reflexão-ação-reflexão cujo propósito é assegurar ensino com qualidade social”, destaca Aidê

O diagnóstico é necessário, a relevância desse procedimento está nas ações posteriores aos resultados apresentados. “A partir dele, a escola, o assessor pedagógico e a Seduc poderão replanejar suas ações ou seguir no caminho certo”. A provinha é aplicada no início e no término do ano letivo.