Sérgio Ricardo indica criação de Corredor de Integração Turística

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Sérgio Ricardo (PR), indicou a criação do Corredor de Integração Turística em Chapada dos Guimarães. A proposta visa dar agilidade na efetivação desse corredor que abrange uma região que vai de Chapada dos Guimarães, passando pelo Lago de Manso, Nobres e percorrendo a Cachoeira Rica, Cachoeira Bom Jardim, Rio …

23/04/2011 10:40



O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Sérgio Ricardo (PR), indicou a criação do Corredor de Integração Turística em Chapada dos Guimarães. A proposta visa dar agilidade na efetivação desse corredor que abrange uma região que vai de Chapada dos Guimarães, passando pelo Lago de Manso, Nobres e percorrendo a Cachoeira Rica, Cachoeira Bom Jardim, Rio da Casca e Agrovila Ponce de Arruda, fechando o círculo com os municípios de Barão de Melgaço, Santo Antônio de Leverger (Serra de São Vicente, Porto de Fora, Mimoso), Rondonópolis (Fátima de São Lourenço) e Cuiabá.
De acordo com Sérgio Ricardo, somente neste circuito existe aproximadamente um milhão de habitantes e a região possui estradas em boas e regulares condições de trafegabilidade, com trechos em condições precárias, sem pavimentação asfáltica. Para isso, o parlamentar aponta que são necessários investimentos na melhoria de aeroportos, hotelaria, gastronomia e capacitação profissional dentre outras benfeitorias para impulsionar o setor turístico nessa região. Sérgio Ricardo defendeu também que a consolidação desse empreendimento abrirá as portas para a integração de Mato Grosso que terá um grande e moderno corredor turístico.
“Estaremos dando um passo gigantesco rumo ao futuro, no que diz respeito a real entrada de Mato Grosso em um dos clubes econômicos mais rentáveis”, afirmou o deputado.
A criação do Corredor Turístico irá possibilitar melhor infraestrutura para a região e, conseqüentemente, melhor qualidade de vida a população. Além disso, servirá de estímulo para investimentos ao pequeno produtor, através de programas ligados a agricultura, pecuária e aqüicultura com exploração de baixo impacto ambiental com aproveitamento de mão de obra e criando mecanismos de facilitação à comercialização de seus produtos.

Fonte: AL/MT