Um carro revolucionário

São Francisco, a capital mundial da inovação na tecnologia da informação, está revolucionando o jeito de usar o carro. Quem tem carro ganha dinheiro –e quem precisa de um, economiza. As duas partes ajudam a preservar o ambiente e reduzir os congestionamentos. É daqueles projetos que, por sua simplicidade e inteligência, vai ganhar o mundo, …

03/05/2011 10:06



São Francisco, a capital mundial da inovação na tecnologia da informação, está revolucionando o jeito de usar o carro. Quem tem carro ganha dinheiro –e quem precisa de um, economiza. As duas partes ajudam a preservar o ambiente e reduzir os congestionamentos. É daqueles projetos que, por sua simplicidade e inteligência, vai ganhar o mundo, engrossando a tendência do consumo colaborativo.

Funciona assim. O proprietário aceita alugar seu carro um determinado número de horas por mês, já que não precisa do veículo todo o tempo. A intermediação é feita por uma empresa que analisa o perfil de quem aluga e oferece um seguro em caso de danos.

Um sistema de códigos usado por celular permite que não seja necessário usar chave.

Quem pega o carro paga R$ 8 por hora. Muito menos do que um táxi. O proprietário consegue tirar até R$ 15 mil por ano.

Pelas redes sociais, é possível localizar as pessoas por cada rua e bairro, facilitando o negócio.

Não é por outro motivo que dizem que o consumo colaborativo, graças às redes digitais e a preocupação com o ambiente, é uma das mais importantes tendências do futuro.

 Fonte:UOL