Educação ambiental no Brasil

Se educar ambientalmente nas grandes cidades onde mora uma população cada vez mais envolvida com as novas tecnologias e com cenários urbanos não é nada fácil. A educação ambiental deve ser estudada de forma abrangente, pois quer atingir todos os cidadãos, através de um processo pedagógico participativo onde procura incutir no educando uma consciência crítica …

24/05/2011 10:03



Se educar ambientalmente nas grandes cidades onde mora uma população cada vez mais envolvida com as novas tecnologias e com cenários urbanos não é nada fácil.

A educação ambiental deve ser estudada de forma abrangente, pois quer atingir todos os cidadãos, através de um processo pedagógico participativo onde procura incutir no educando uma consciência crítica sobre a problemática ambiental. Nisso a escola exerce um papel social relevante, porém a família não pode de forma alguma ser deixada de lado neste momento.

Os jovens estão acostumados com lugares onde o verde ou a própria natureza não esteja profundamente presente. Atualmente, são comuns a contaminação dos cursos de água, a poluição atmosférica, a devastação das florestas, a caça indiscriminada e a redução ou mesmo destruição dos habitats faunísticos, além de muitas outras formas de agressão ao meio ambiente. Fica claro que quando pensamos no meio ambiente já nos remetemos ao aquecimento global, mas tudo bem tal ideia está correta só que os problemas que rodeam o nosso ambiente deve ser combatida de forma mais concreta.

Dentro deste contexto, é clara a necessidade de mudar o comportamento do homem em relação à natureza, no sentido de promover sob um modelo de desenvolvimento sustentável. Nas últimas eleições para a presidência tivemos uma bandeira levantada sobre o tema, pois bem, não sei se daria certo todos os projetos ali apresentados, mas foi válida a iniciativa do partido verde (PV).

Enfim, somos todos indagados sobre a nossa maneira e uso da nossa natureza a cada instante. É certo que já está na hora de fazer algo maior pela sua preservação.

Fonte:Olhar Nacional





Tags: