Custos de produção serão avaliados por técnicos da Aprosoja

A partir da próxima segunda-feira (06.06), a equipe técnica do Projeto Referência da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) irão visitar sete Núcleos da entidade nos quais os custos de produção das propriedades serão catalogados. Nesta safra o total de área que serão vistoriadas é de 130 mil hectares. Criado …

02/06/2011 08:16



A partir da próxima segunda-feira (06.06), a equipe técnica do Projeto Referência da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) irão visitar sete Núcleos da entidade nos quais os custos de produção das propriedades serão catalogados. Nesta safra o total de área que serão vistoriadas é de 130 mil hectares.

Criado para orientar o sojicultor na leitura e gestão de indicadores nas propriedades, o Projeto Referência elaborou um software que permite a realização de simulações e análises comparativas de toda a movimentação administrativa da fazenda. O Projeto teve início na safra 2007/2008 com 39 propriedades rurais cadastradas. Ao longo dos anos o Projeto capacitou aproximadamente 400 pessoas. Atualmente a iniciativa atende 86 propriedades no interior do estado.

De acordo com o analista de agronegócio da Aprosoja e responsável pelo Projeto Referência, o engenheiro agrônomo Eliezer Rangel, a medida busca fornecer ferramentas de auxílio ao produtor relacionado aos cálculos de custos de produção e retorno sobre a atividade. Segundo ele, os dados obtidos servirão de parâmetro para que possam ser utilizados como referência na próxima atividade produtiva.

O projeto cataloga indicadores que são analisados de forma individual e, posteriormente, são comparados. A ideia principal é traçar um raio X das propriedades de MT, criando uma plataforma de práticas passíveis de serem analisadas referentes à sojicultura e a outras atividades desenvolvidas na fazenda. Além disso, o projeto permite a comparação do desempenho médio das propriedades mais lucrativas, menos lucrativas e medianas em lucro nas regiões abrangidas.

“O produtor que participa do projeto consegue ter a medida exata de lucratividade, além de identificar os pontos críticos da produção. É uma ferramenta de gestão que ajuda o homem do campo a tomar decisões corretas nos negócios e saber entender como foi o fechamento do ano e que o produtor pode adotar para a próxima safra.”, disse o engenheiro agrônomo responsável pelo Projeto.

O Projeto Referência tem como importante aliado o Instituto de Desenvolvimento de Gestão Empresarial no Agronegócio (IGEAgro), que fornece assessoria técnica e desenvolve as tecnologias de apoio. A Aprosoja possui uma equipe que atua diretamente com o sojicultor nas regiões produtoras e é responsável pela disseminação e orientação constante aos participantes.

fonte: Portal do Agronegocio