Estudante de Barra representa o Estado em Encontro de Iniciação Científica

O estudante de Mato Grosso, Gabriel da Silva Rodrigues, 14 anos, foi um dos 300 selecionados pelo Governo Federal para participar do 1º Encontro do Programa de Iniciação Científica (PIC), no Rio de Janeiro. Gabriel é aluno do 1º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Francisco Dourado, de Barra do Garças. O evento, que …

24/06/2011 10:22



O estudante de Mato Grosso, Gabriel da Silva Rodrigues, 14 anos, foi um dos 300 selecionados pelo Governo Federal para participar do 1º Encontro do Programa de Iniciação Científica (PIC), no Rio de Janeiro. Gabriel é aluno do 1º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Francisco Dourado, de Barra do Garças.

O evento, que será realizado no Hotel Hibert, no Rio de Janeiro, de 10 a 16 de julho, reunirá os estudantes da rede pública que se destacaram na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM -edição de 2009). Na época, Gabriel conquistou medalha de bronze na Olimpíada de Matemática e o direito de participar de uma série de atividades desenvolvidas junto a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) com foco na iniciação científica. Uma vez por mês – no decorrer de 2010 e com as despesas custeadas pelo Governo Federal – ele participou das atividades no campus da UFMT, em Cuiabá. Posteriormente ao Programa de Iniciação Científica, foi selecionado para participar do Encontro no Rio de Janeiro. A programação do evento inclui minicursos, palestras de conteúdo matemático, recreação, jogos e passeios.

A diretora da Escola Estadual Francisco Dourado, Simone Silva Santos, pontua que há três anos a escola se inscreve na Olimpíada Brasileira de Matemática. “O evento socializa a matemática. É um importante incentivo ao estudo”. Gabriel, que pretende prestar vestibular para Física, avalia que “participar da Olimpíada é um grande estímulo. Meus colegas me perguntam, me questionam sobre o que eu faço, como estudo. Gosto muito das atividades”, finaliza.

A Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) é uma competição aberta a todos os estudantes dos Ensinos Fundamental (a partir do 6º ano), Médio e Universitário das escolas públicas e privadas de todo o Brasil.

fonte: Secom