Brasil é o futuro da pecuária de corte

Os números da pecuária de corte no Brasil não param de crescer. Dados apontam que hoje o mercado brasileiro possui o maior rebanho comercial do mundo, com mais de 200 milhões de cabeças de gado. Anualmente o brasileiro consome 39 quilos de carne bovina e somos o terceiro maior consumidor do mundo, perdendo apenas para …

10/08/2011 09:58



Os números da pecuária de corte no Brasil não param de crescer. Dados apontam que hoje o mercado brasileiro possui o maior rebanho comercial do mundo, com mais de 200 milhões de cabeças de gado. Anualmente o brasileiro consome 39 quilos de carne bovina e somos o terceiro maior consumidor do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos e China (primeiro e segundo lugar respectivamente).

 Sendo assim, surge um novo tempo para a saúde animal, nasce a MSD Saúde Animal. E é neste momento especial de crescimento da pecuária brasileira que a MSD Saúde Animal homenageia o Pecuarista e acaba de lançar o vídeo: “A história do Pecuarista Brasileiro”, onde narra a trajetória desse trabalhador brasileiro, desde os tempos mais remotos até os dias de hoje. 

“A mensagem do vídeo é uma homenagem ao trabalho, à raça, à prosperidade, às origens, às boas práticas, bem como ao modelo atual da nossa pecuária, que busca competitividade e qualidade, melhorando os índices, os números e o bem-estar dos animais e daqueles que trabalham e vivem do setor.Nós temos certeza que com a ajuda desse segmento, o Brasil será o maior responsável por abastecer o mercado mundial”, declara Vilson Antonio Simon, diretor presidente da divisão de Saúde Animal da MSD.

A pecuária em números

A pecuária brasileira exporta para 140 países, correspondendo a 20% das exportações mundiais – são mais de 1,5 milhões de toneladas que fazem U$ 5 bilhões para a economia mundial. Além de números impressionantes, são investidos também no melhoramento genético, garantindo a qualidade da raça e a precocidade do animal, levando para a mesa do consumidor uma carne de primeira qualidade.

 E vamos além de números: nada disso seria possível se não houvesse políticas sérias como certificação sócio ambiental para rastrear e atestar a origem da carne, do leite e seus derivados, e principalmente a conscientização de não agredir o meio ambiente, respeitando todos que fazem parte do elo da cadeia pecuária brasileira.

 Dados apontam para o crescimento de 9 bilhões de pessoas no mundo em 40 anos – no Brasil a população sairá dos 90 para 215 milhões de pessoas. A oferta de carne precisa acompanhar o crescimento populacional, passando de 290 para 500 milhões de toneladas. Esse é um desafio para o Brasil que é o único país do mundo com possibilidades reais para aumentar a produção da pecuária brasileira.

fonte: Portal do Agronegocio