Mato Grosso competirá nas Paraolimpíadas Escolares 2011 com 4 atletas

Entre os dias 27 e 31 de agosto, a capital paulista será palco das competições das Paraolimpíadas Escolares 2011. A abertura acontecerá no dia 27, às 18h, no Anhembi Parque. Nesta edição, foram realizadas cerca de 1810 inscrições e classificados 1211 atletas para disputarem os jogos. O estado do Mato Grosso será representado por 11 …

17/08/2011 13:14



Entre os dias 27 e 31 de agosto, a capital paulista será palco das competições das Paraolimpíadas Escolares 2011. A abertura acontecerá no dia 27, às 18h, no Anhembi Parque. Nesta edição, foram realizadas cerca de 1810 inscrições e classificados 1211 atletas para disputarem os jogos. O estado do Mato Grosso será representado por 11 participantes, sendo 4 atletas.

O maior evento do gênero da América Latina será realizado pelo Comitê Paraolímpico Brasileiro em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e pela Prefeitura Municipal de São Paulo. Os participantes são alunos com deficiência física, visual ou intelectual, com faixa etária entre 12 e 19 anos, matriculados em escolas do ensino fundamental, médio ou especial.

O número de participantes das Paraolimpíadas Escolares 2011 superou a expectativa da organização, que previa o envolvimento de 1500 pessoas, entre atletas, técnicos e dirigentes de todo o Brasil. Este ano, as competições contarão com 1820 participantes, entre estudantes e equipe técnica, sendo 1211 atletas. Em 2010, as competições receberam 1300 participantes, sendo 896 estudantes.

Os estudantes disputarão nas modalidades tênis em cadeira de rodas, voleibol sentado, atletismo, futebol para cegos, futebol para paralisados cerebrais, judô, goalball, bocha, natação e tênis de mesa.

As Paraolimpíadas Escolares buscam revelar novos valores e possíveis atletas para representar o Brasil nas Paraolimpíadas de 2016. Para a secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo Battistella, “as paraolimpíadas escolares de São Paulo vão deixar um legado importante e difundir o conhecimento necessário para a prática paradesportiva no ambiente escolar”.

Fonte:Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiencia