Ministro diz que expropriação da YPF é um dos acontecimentos mais importantes dos últimos nove anos

23/04/2012 09:44



Uma semana depois da expropriação da petrolífera YPF pelo governo da Argentina, o ministro do Planejamento Federal, Investimentos e Serviços Públicos, Julio de Vido, disse que retomar o controle da empresa é “um dos acontecimentos mais importantes dos últimos nove anos”. Segundo ele, a medida  “ marca nova direção nos rumos” do país. A afirmação de Vido foi feita nesse domingo, na véspera de ele se reunir com empresários do setor petrolífero da Argentina.

Nomeado interventor da YPF, Vido disse ainda que a decisão sobre a expropriação foi a mais ousada do governo argentino nos últimos 50 anos. Segundo ele, em 2003, não havia planos nem obras em andamento referentes à política energética na tentativa de reverter anos de investimentos inapropriados no setor.

De acordo com Vido, um plano ampliado de energia aumentou em 27 milhões de metros cúbicos por dia a capacidade de transporte de gasodutos, garantiu mais de 8 mil megawatts, representando aumento de 45% dos geradores e  4.200 quilômetros de linhas de energia.

Na sexta-feira (20), Vido esteve em Brasília, onde conversou com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e a presidenta da Petrobras, Graça Foster. Na ocasião, ele assegurou que as empresas brasileiras que investem na Argentina não estão ameaçadas.

Vido pediu ainda apoio ao governo brasileiro para mais investimentos na Argentina. Mais uma vez, ouviu das autoridades a compreensão sobre a decisão de expropriar a YPF. Para o governo brasileiro, a decisão da Argentina foi soberana e não há o que opinar sobre o tema.

Fonte:EBC





Tags: