Embrapa lança cultivares de soja e de trigo de alto rendimento

01/06/2012 15:22



A cultivar BRS Gralha-Azul é um trigo da classe Pão/Melhoradora, apto para um mercado cada vez mais exigente em farinha para a fabricação do pão “francês”. Indicada para o Paraná e Mato Grosso do Sul, esta cultivar apresenta alta produtividade, estabilidadepara qualidade industrial, boa resistência à germinação pré-colheita e boa tolerância a doenças. Já as cultivares de soja apresentam características como hábito indeterminado, ciclo precoce, maior janela em relação a épocas de plantio, resistência ao acamamento, às diferentes doenças e nematoides, entre outras características.

“Há alguns anos, demos início a mudanças no programa de melhoramento e os primeiros resultados começam a aparecer já nessa safra. As cultivares da Embrapa estão cada vez mais competitivas em termos de produtividade e  atendem plenamente as expectativas do produtor de ter uma safra de soja seguida de cultivo de safrinha”, explica Alexandre Cattelan, chefe-geral da Embrapa Soja.

Entre as novidades em soja para 2012, está a BRSMG 780F RR. Além de ter excelente produtividade, a cultivar apresenta moderada tolerância à ferrugem da soja. Em algumas regiões, como Rondonópolis e Rio Verde, onde o material foi testado, apresentou produtividades médias superiores a 4.200 kg/ha.

Outro lançamento que reúne excelentes índices de produtividade para as regiões de Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal é a BRSMG 760S RR. Com ciclo precoce e hábito de crescimento indeterminado, pode ser semeada logo no início da estação chuvosa. Foi desenvolvida no âmbito da parceria da Embrapa com a Epamig e Fundação Triângulo, apresenta resistência ao acamamento e ciclo de 105 a 125 dias.

Para produtores de soja transgênica, a Embrapa também apresenta a  BRS 334 RR, material com ciclo precoce que favorece a sucessão de culturas em safrinha. Desenvolvida no convênio com a Fundação Meridional, a cultivar é resistente ao acamamento e seu  ciclo varia de 105 a 118 dias,  conforme a região. A partir do convênio com o Centro Tecnológico para Pesquisas Agropecuárias (CTPA) e Emater-GO, a Embrapa está lançando a BRS GO 7460 RR, cultivar com boa resistência ao acamamento e resistência às principais doenças da soja.

Outra cultivar transgênica lançada pela Embrapa é a BRS 334 RR, material de hábito determinado, ciclo precoce e porte que favorecem a sucessão de culturas em safrinha. Desenvolvida no convênio com a Fundação Meridional, é resistente ao acamamento e seu  ciclo varia de 105 a 118 dias,  conforme a região.

Produtores das regiões Sul do Maranhão, Norte de Piauí e Tocantins têm na BRS 333RR uma cultivar de soja transgênica com alto potencial produtivo, boa ramificação de plantas e resistência às principais doenças da soja. Outro ponto forte é a estabilidade na altura de plantas, o que proporciona bom desempenho em áreas de baixas altitudes. O material foi desenvolvido pelo convênio Embrapa e Fapcen.

Produtores de soja do sul do Brasil também serão contemplados com novidades em 2012. A cultivar BRS Tordilha RR é indicada para o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e partes de São Paulo e Mato Grosso do Sul. A cultivar apresenta ampla adaptação, ótima sanidade e precocidade. Com crescimento determinado, a cultivar tem resistência ao acamamento e à debulha. No campo, é resistente ao cancro da haste, à pústula bacteriana e à podridão radicular de fitóftora.

Para o mercado de soja convencional, que vem atraindo um número crescente de produtores, em função dos prêmios pagos pelo mercado, a Embrapa está apresentando cultivares altamente competitivas, fruto de um programa de melhoramento genético moderno, como a BRS 361. A BRS 361 é a novidade da Embrapa e da Fundação Meridional para a região de Goiás e Triângulo mineiro e é top de rendimento para o mercado de soja convencional, com a precocidade necessária para promover a safrinha e resistência ao acamamento.

Fonte:Portaldoagronegócio





Tags: