Eleições Municipais – Quem a Esquerda vai chamar de ”golpista” agora?

Cerca de 66,8 milhões de brasileiros poderiam ser chamados hoje pela corja dos apoiadores da Esquerda de ”golpistas”. Pois o PT teve menos de 10% dos votos A alegação de “golpe”, adotada pelo PT, foi desmoralizada pela própria realização de eleições livres no País, e pela vontade das urnas: a votação de candidatos do PT …

05/10/2016 13:14



Cerca de 66,8 milhões de brasileiros poderiam ser chamados hoje pela corja dos apoiadores da Esquerda de ”golpistas”. Pois o PT teve menos de 10% dos votos

A alegação de “golpe”, adotada pelo PT, foi desmoralizada pela própria realização de eleições livres no País, e pela vontade das urnas: a votação de candidatos do PT representou apenas cerca de 10% dos mais de 67 milhões de brasileiros que votaram em candidatos “golpistas”, claramente favoráveis ao impeachment de Dilma. O PT teve 6,8 milhões de votos, um terço do seu desempenho eleitoral de 2012.

Partidos que os petistas acusam de “golpistas”, PSDB e PMDB elegeram juntos 1.821 prefeitos, contra apenas 256 do PT.

Em 2014, a chapa Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) obteve 54,5 milhões de votos. Aécio Neves (PSDB), 51 milhões.

O PT perdeu mais de 400 prefeituras, dois terços do que havia conquistado há 4 anos, incluindo seus maiores redutos em São Paulo.

O PT perdeu 11,4 milhões de votos em relação a 2012, quando foi o mais votado. Ficou atrás do PSB e até do PSD, em 2016.

 

Da Redação com informações do colunista Cláudio Humberto